Libertação - Curso Básico 

João 8:32 e 36 / Salmo 142:7 / Apocalipse 2:5 / Salmo 88

Introdução

Quando se fala em libertação, temos a tendência a associarmos libertação com expulsar demônios. Expulsar demônios faz parte do processo de libertação, mas a libertação em si somente se processa, quando a porta que permite a entrada dos demônios, é fechada. Quando a porta não é fechada e selada com o Sangue do Cordeiro, o estado da pessoa fica pior, e para cada demônio que sai, ele volta trazendo mais 7. Vamos ver em Mateus 12:43-45.

Quando vivíamos no mundo, fora dos caminhos do Senhor, é como se a cada passo dado, colocássemos nossos pés em laços e armadilhas preparadas pelos inimigos da nossa alma. Com isso, sem saber, fomos estabelecendo com as trevas, diversos tipos de vínculos, e nosso caminhar foi ficando cada vez mais difícil, dado o emaranhado de nossos pés. Quando aceitamos Jesus e começamos a caminhar no caminho correto, e a buscarmos direção de Deus para os problemas, começamos olhar para nós mesmos e nos deparamos com uma realidade muito triste. Estamos totalmente emaranhados, em situações horríveis, tanto no aspecto, moral, quanto no emocional, material e espiritual.

Esses laços e vínculos com as trevas, nos leva à situação de cativeiro, ou seja, o domínio que os espíritos malignos exercem nas diversas áreas de nossa vida é tão grande que ficamos sem forças para sair daquela situação. Com isso vem a opressão, a depressão e em alguns casos, até mesmo a possessão dos demônios sobre a vida da pessoa.

Assim estava Davi nos Salmos 142 e 143. Se via rodeado de inimigos, olhava para os lados e não via quem pudesse ajuda-lo e a única saída que ele teve, foi começar a clamar a Deus e a pedir que Deus tirasse a alma dele da prisão. Muitas pessoas por falta de conhecimento da Palavra, acham que isso não é necessário, outras por medo preferem ficar como estão, e não desfrutam da qualidade de vida que Jesus nos promete em João 10:10b. (“Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” ). Mas vocês que vieram aqui esta noite, eu creio que venceram os medos, resolveram sair da zona de comodismo e fazer algo por vocês mesmos. E Deus se alegra e nos sustenta, quando decidimos vencer. Amém!

Então amados, a primeira coisa que precisamos fazer é começar a clamar por liberdade, como fez Davi. Em Ap. 2:5 a palavra diz: “Lembra-te de onde caíste, arrepende-te e volta as práticas das primeiras obras”. E é isso que vamos fazer agora. Dobre seu joelho e comece a clamar a Deus. Comece a se arrepender das muitas situações em que você mesmo buscou para sua vida.

2ª Parte: Para nos livrarmos do cativeiro e alcançarmos a liberdade, é necessário darmos 3 passos decisivos:

1º passo - Reconhecer que estamos cativos: Se partirmos do principio de que todo homem à partir da queda original, passou a ter a natureza adâmica ( ou seja uma natureza propensa ao mal ), já seria o suficiente para dizer que ele necessita ser liberto, porque o pecado nos faz cativos ao diabo, portanto, TODOS precisamos ser libertos, basta apenas reconhecermos essa condição. Esse primeiro passo vocês já deram, quando olharam pra dentro de si.

2º passo – Nos conscientizarmos da obra de Cristo na Cruz: Em João 8:32, lemos “E conhecereis a Verdade e a Verdade voz libertará”. À medida em que vamos conhecendo a Palavra de Deus, que é a Verdade, vamos também conhecendo a Jesus, porque Ele é a própria Palavra, Ele é o Logus. Esse processo é tremendo, porque é o inicio do nosso relacionamento de amor com o Noivo. Somos a Noiva e Cristo é o Noivo que virá buscar a sua Noiva. Aleluia!

Quando conhecemos uma pessoa e é despertado em nós algum interesse por essa pessoa, o que mais queremos é estar junto dela, sair juntos, ir à praia, passear no shopping, pescar, vir pra Igreja, enfim, nós queremos conhecer essa pessoa, e à media em que vamos conhecendo, ou nos apaixonamos por ela ou nos decepcionamos. Com Jesus é exatamente assim, porém com uma grande diferença, à medida em que vamos conhecendo Jesus nos apaixonamos perdidamente, porque Ele jamais nos decepciona, com Ele temos a certeza de um relacionamento duradouro e fiel. E quanto mais conhecemos Jesus, mais entramos em um nível de conscientização do grande amor que Ele tem por nós.

Queridos, o amor de Jesus por nós é incondicional, é incomparável, é imensurável, é algo sobrenatural que só conseguimos entender com o nosso espírito. Por isso necessitamos muito ler a Palavra, porque ela vai gerar esse nível de consciência em nós. Só quando alcançamos o nível de consciência, daquilo que Ele fez por nós, é que vem o arrependimento genuíno pelos pecados que cometemos, porque sabemos que foi por causa desses pecados que Ele morreu na cruz em nosso lugar. A Cruz não simboliza apenas a morte do Senhor em nosso lugar, ela simboliza também a nossa libertação, e o caminho que nos leva a santificação. Amém!

Feche seus olhos. Ministrar.

Por amor a você, Jesus foi rejeitado, humilhado, desprezado, traído... A tristeza e a dor que Ele sentiu foi tão profunda... que Ele transpirou gotas de sangue, porque Ele sentiu a dor da sua solidão, Ele sentiu a dor da sua angustia, da agonia do seu coração ....

.... Imagine aquele momento em que Jesus depois de ter tido seu corpo moído pelos açoites, pelos chutes, socos e pontapés, Ele ainda teve que colocar sobre seus ombros feridos aquela cruz pesada, pesada por todas as vezes que você adulterou, pesada por todas as vezes que você roubou, que você se prostituiu, se drogou, por todas as vezes que você mentiu, que você violentou alguém, que você zombou d'Ele em público.

... E naquele momento ali na Cruz, enquanto Ele era executado como um criminoso da pior espécie, para que você fosse arrancado das mãos do inimigo, resgatado do cativeiro e pudesse voltar LIVRE para a Casa do Pai... naquele momento.... você ganhava ali, o PRIVILÉGIO, o DIREITO, a GRAÇA de poder Servi-lo em Santidade e Justiça. Entre nesse nível de conscientização, entre nesse nível de conscientização.... Querido, somente quando entramos nesse nível de conscientização, é que conseguimos dar o 3º passo para alcançarmos nossa liberdade, porque o 3º passo é a decisão de tomarmos uma posição em Cristo. Entre nesse nível de conscientização e peça perdão ao Pai.

3º passo - Decidirmos tomar uma posição em Cristo: Em Eclesiastes 3 a Palavra diz que há tempo para todas as coisas. Em nossa vida, chega um tempo em que é necessário amadurecermos espiritualmente e começarmos a valorizar a nós mesmos, o nosso corpo, nossa família; nosso caminhar, nossa conduta, nossas escolhas e principalmente a valorizarmos nossa qualidade de vida com Deus.

Amados, nós já tivemos um encontro com Jesus, tivemos a experiência do impacto que esse encontro causou em nossa vida, e sabemos que caminhar com Ele é a opção mais saudável. Eu diria até mesmo que é nossa única opção, porque aqueles que tem ousado andar sem Jesus tem sido tragados por um sistema mundano diabólico, que tem levado as pessoas literalmente para o inferno. Mas você tem liberdade para optar: Ou você escolhe ser verdadeiramente livre em Cristo Jesus, ou você escolhe continuar cativo e preso ao diabo e às suas armadilhas. Tem muita gente que aceitou Jesus, mas não caminha com Ele. Teve um encontro, esse encontro foi real, mas a pessoa olhou para trás e a escuridão e a podridão do mundo lhe atraíram muito mais do que a Luz de Cristo. Olharam pra Jesus, deram um monte de desculpas esfarrapadas, e preferiram voltar ao vômito e colocar os pés nas armadilhas do diabo. Queridos, nós precisamos tomar verdadeiramente a decisão de nos posicionarmos em Cristo. E nossa posição é de estarmos assentados com Ele nas regiões celestiais. Nossa posição é de embaixadores do Seu Reino, de propriedade exclusiva de Deus. É uma posição tremenda!

E agora, num ato profético, os que escolhem ser livres, os que escolhem desfrutar da abundância de Deus em sua vida. Os que querem que seus sonhos e projetos sejam restaurados, dêem um passo à frente. Dê um passo à frente, porque esse ato representa a sua DECISÃO em tomar essa posição em Cristo. Esse ato quebra os grilhões e mostra diante dos principados e potestades que você escolhe JESUS.

© 2008 Todos os direitos reservados.

Criar um site grátis Webnode